Informações Para Estudantes Brasileiros – PMP

Estou interessado em participar do seu grupo, há vagas?
Sempre há espaço para colaboração com pessoas qualificadas, mas a atividade depende muito do que você quer fazer, e o quanto você esta disposto a passar pela burocracia de uma experiência internacional. A Noruega é um pólo forte de empresas na área de naval e oceânica, e em geral nossos projetos tem ressonância em estudantes de disciplinas correlacionadas, como projeto de navio, mecânica, operações marítimas, controle, design, estruturas. Mas ao mesmo tempo a Noruega é uma país relativamente fechado para pessoas sem curso superior, e mesmo como estudante é necessário uma bolsa/poupança para aplicar para o visto.

Que tipos de projetos estão disponíveis?
Uma compilação bem simplificada dos projetos do nosso departamento aqui. Em geral, estamos começando um laboratório em Ship Design and Operations, para projeto e simulação de navios capazes de realizar operações complexas, como por exemplo Anchor Handling e outras embarcações de apoio. Outros projetos relevantes são em propulsores, LNG, mecatrônica e robótica, guindastes, human factors, e projeto conceitual de navio. Temos também projetos em colaboração com as grandes empresas do setor, como Ulstein, Rolls Royce e DNV.

Quais são os pré-requisitos?
Os requisitos podem variar de caso a caso, mas em geral são: comprovação de competência, via currículo, carta de motivação e histórico escolar; inglês funcional (graduação) e fluente (pós-graduação); estar conectado a um curso relacionado com interesses de nosso projetos; e, mais importante, estar interessado em trabalhar com assuntos relacionados aos nossos projetos.

Sou estudante de graduação, estou no X ano e gostaria de…
Para estudantes de graduação, há três opções principais: estágios curtos (menos de 3 meses e não remunerados), estudante visitante e pesquisador visitante.
A primeira opção é a mais fácil, uma vez que a Noruega não requer visto para estadias menores de 3 meses. Entretanto, você não terá direito a exercer nenhum atividade remunerada no país, e terá de arcar com custos de transporte e moradia (algo em torno de R$3000,00/mês).
Para estadias mais longas, a segunda opção requer aplicar para um visto de estudante. Este visto requer a comprovação de renda por duas formas: Um comprovante de que você tem algum tipo de bolsa no Brasil (i.e. CAPES, CNPQ, FAPESP, CsF); Ou um comprovante que você tem fundos os suficiente pra sobreviver aqui, via um depósito numa conta aberta em seu nome num banco Norueguês no caso de estudante – esse dinheiro é seu, em seu nome, mas tem de estar depositado numa conta Norueguesa como prova de que você consegue se manter no período.
No caso de ou visto de pesquisador, o procedimento é similar, mas esse dinheiro pode ser depositado em uma conta em seu nome no Brasil.
Essas duas últimas opções, apesar de mais burocráticas, permitem um visto com todas as liberdades que outros estudantes têm, como estagiar em empresas e assistir aulas. Há também a oportunidade de trabalhar uma certa quantidades horas em nossos projeto, recebendo por isso.

Qual o período de inscrição?
Para intercâmbio simples não há período: havendo disponibilidade de vagas e o candidato preenchendo os requisitos, é possível aplicar em qualquer época do ano. Para o mestrado, a data oficial é por volta de primeiro de março, mas o aluno deve ficar atento no site oficial da HIALS.

Como se aplica pro Mestrado? Tem de pagar mensalidade? Tem bolsa?
Mestrado em universidade públicas na Noruega são gratuitos, como no Brasil. Entretanto, para estudantes não europeus, há a necessidade de visto e comprovação de renda, da mesma forma que para estudantes de graduação. A documentação também exige teste de inglês (TOEFL, IELTS), currículo e bom histórico escolar, sendo que a data limite pra aplicar é primeiro de março. Os cursos são ministrados em inglês e têm duração de dois anos.
Não há bolsa para o mestrado, mas muitos estudantes encontram estágio remunerado relativamente fácil, dado que o visto permite trabalhar 20 horas por semana (40 durante as férias). Caso você decida pela carreira de ship ou product design, há a possibilidade de trabalhar em nossos projetos científicos e, dependendo do seu currículo e experiência prévia, é possível começar a receber logo no nos primeiros meses.

Já estou fazendo mestrado/doutorado no Brasil, e gostaria de fazer sanduíche.
Caso você já esteja matriculado num curso de mestrado/doutorado no Brasil num tema relevante, é possível você vir fazer parte da sua dissertação/tese aqui, e até encontrar um co-orientador para te ajudar.
Os detalhes para o procedimento variam de caso a caso, mas em geral aplica-se as mesmas regras anteriores: para estadias acima de 3 meses é necessário visto. O tipo de visto varia de acordo com a sua especialização e o tipo de atividade a ser realizada na Noruega, isto é, se haverá remuneração ou não. Mas, a priori, as regras de visto pra pesquisador visitante se aplicam.

Como se aplica para o doutorado?
Doutorado na Noruega é considerado um trabalho, como qualquer outro, e requer aplicação formal. A maioria das vagas se encontram no jobbnorge.no, procurando-se por “PhD”. Nesse caso, o doutorado tem um salário, do mesmo nível de pesquisador, com um contrato de 3 anos, extendido 1 ano no caso de assistir o professor em aulas.
Há também a possibilidade fazer o doutorado sem remuneração, como por exemplo oficiais da marinha que conseguiram o direito de estudar no exterior. Nesse caso, a regra é similar ao visto de estudante, onde é necessário encontrar um orientador, aplicar para o visto e comprovar de renda, além da documentação necessária pra ser admitido no programa de doutorado.